Protesto Contra Erros do Exame Nacional do Ensino Médio

Cerca de 300 estudantes em Curitiba e 200 em São Paulo saíram às ruas no feriado desta segunda-feira para protestar contra os erros do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em São Paulo, manifestantes usando nariz de palhaço, com apitos e cartazes em que exigiam mais investimentos no ensino público se reuniram no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). Dali, caminharam no sentido centro até a altura da Rua da Consolação, de onde voltaram ao museu e encerraram o protesto.

Ao mobilizar os participantes pela internet, os autores da ideia deixaram claro que o movimento é apartidário e não se posiciona nem contra nem a favor do cancelamento do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) deste ano, mas sim pela melhoria da educação brasileira.

Em Curitiba, os estudantes pintaram os rostos de amarelo, portavam faixas e gritavam palavras de ordem criticando a política de educação do País e chegando a sugerir, em cartazes, a nomeação do deputado federal eleito por São Paulo Tiririca para o Ministério da Educação.

O Enem, aplicado em 6 de novembro, chegou a ser suspenso e o gabarito só foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) na sexta-feira. O MEC informou nesta semana que os estudantes prejudicados devem fazer nova prova, possivelmente no dia 4 de dezembro.

Foi realizado neste domingo dia (04), o segundo e último dia de provas do Enem em 2018. Alguns alunos reclamaram das questões de português, que segundo eles, estavam com o enunciado muito extenso. Confira em instantes os gabaritos do segundo dia de provas nas cores: azul, amarela, cinza e rosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *